You are currently viewing Bolsonaro lança o Lambança Esperança – 28/07/2022 – Renato Terra


Desesperado com as pesquisas eleitorais, Jair Bolsonaro tirou uma calça jeans pela cabeça. Em seguida, decidiu se aprofundar na sua grande vocação: cuidar de si mesmo.

“Já garantimos o Auxílio Centrão com o orçamento secreto. Agora estamos em busca do Auxílio Segundo Turno com o aumento do meu Bolsa Família para R$ 600. Vamos fazer um Pix esperto para caminhoneiros e taxistas. Como somos um governo sem preconceitos, também criamos o Auxílio Fuzil para o PCC”, discursou o presidente.

Todos esses projetos estarão agora sob o guarda-chuva do Auxílio Reeleição. “Era preciso organizar tudo dentro de uma estratégia clara, com metas, análise de desempenho e tudo mais. O presidente pode contar comigo. Como já disse, sou um cara que sabe fazer dinheiro”, completou Fabrício Queiroz.

Bolsonaro e seus filhos aproveitaram o embalo para apresentar novidades do Auxílio Reeleição.

Em suas andanças pelo Brasil, Bolsonaro levará centenas de aviõezinhos de R$ 100 para jogar para os populares aos gritos de “quem quer dinheiro?”.

Haverá também o quadro “Dudu na Minha Casa”, em que Eduardo Bolsonaro entrará na casa das pessoas e dará um cheque de R$ 500 caso encontre uma bandeira do Brasil.

Para pagar todas as novas despesas, o presidente contratou uma consultoria especializada. “Respeito o Paulo Guedes, que estudou em Chicago e fez PhD na PQP. Mas o bagulho agora está sério e o posto Ipiranga não entende a malandragem econômica das ruas. Para viabilizar todos esses pagamentos, vamos dar continuidade ao vitorioso e inovador sistema que implementamos na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro. As rachadinhas são o maior esquema de distribuição de renda do Brasil”, afirmou o consultor, cujo nome ficará em sigilo por cem anos.

Depois de vender um Fiat Elba 84 por R$ 5 milhões, o consultor misterioso também sugeriu a criação de um amplo programa para arrecadar doações. “O Lambança Esperança vai levantar fundos para tumultuar a eleição. Contamos com a contribuição de todos os empresários que não assinaram a “Carta às Brasileiras e aos Brasileiros em Defesa do Estado Democrático de Direito”, convocou.

Em paralelo, o consultor estuda uma mudança na comunicação do Bolsonaro. “Ele já acelerou os programas de distribuição de renda e caprichou na língua presa. O próximo passo para conseguir mais votos é começar a falar com a voz rouca”, afirmou.


LINK PRESENTE: Gostou deste texto? Assinante pode liberar cinco acessos gratuitos de qualquer link por dia. Basta clicar no F azul abaixo.



Source link

Deixe um comentário