You are currently viewing Oposição vai ao TCU contra disparo de 2 bilhões de SMS pelo governo – 28/07/2022


Os senadores Jean Paul Prates (PT-RN), Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Zenaide Maia (Pros-RN) entraram hoje com representação junto ao TCU para arguir a ilegalidade da contratação da empresa TServcom Tecnologia pelo Ministério da Economia. O contrato de R$ 84,2 milhões foi feito para disparo de 2 bilhões de mensagens de texto com o objetivo de divulgar serviços públicos. Para a oposição, o verdadeiro motivo é fazer propaganda em busca de apoio político para Jair Bolsonaro em ano eleitoral.

Para o líder da minoria, Jean Paul Prates, Bolsonaro está vendo distantes suas chances de chegar a um segundo turno e está apelando a todos os recursos possíveis. “Essa ‘pedalada eleitoral’ dos SMS beira o absurdo. Não pode o governo usar sua estrutura e recursos públicos para favorecer um candidato”, diz Prates.

Os senadores pedem que o TCU faça auditoria operacional e financeira para apurar o desvio de finalidade e abuso do poder econômico no contrato, além do uso indevido de recursos públicos pra fazer propaganda institucional., algo que a lei proíbe.

Na representação, os oposicionistas solicitam ao tribunal que determine a imediata suspensão da execução do contrato. Para eles, essa prática pode ter efeitos nocivos na campanha eleitoral.





Source link

Deixe um comentário